2 de agosto de 2008

Produção oral para alunos com pouco domínio da língua

IntroduçãoA produção oral para alunos com pouco domínio da língua, muitas vezes, se restringe ao conhecimento e repetição de algumas palavras isoladas. É possível colocar os alunos em contato com textos originais desde cedo e levá-los a saber esses textos de cor. Os textos escolhidos devem ser de gêneros próprios para ser memorizados e reproduzidos oralmente, ou seja, gêneros que figuram socialmente assim, como os poemas, as canções, as parlendas. Essa estratégia didática permite que os alunos construam um repertório de textos originais próprios para sua faixa etária, além de introduzi-los ao uso da língua num contexto comunicativo e em que a língua inglesa não apareça reduzida a algo que ela não é. Objetivos- Construir um repertório de poemas em inglês - Memorizar poemas - Relacionar o texto oral ao texto escrito - Declamar poemas para colegas de outras classes Ano6º e 7º anosDesenvolvimento das atividades1. Perguntar aos alunos se sabem um poema em língua portuguesa de cor e pedir que o declamem 2. Perguntar se conhecem algum poema ou um verso em inglês. Caso saibam, pedir que o declamem 3. Dizer aos alunos que aprenderão poemas em inglês para declamar para colegas de outras classes 4. Declamar um poema (curto) em inglês. Antes de declamá-lo, porém, dizer que trata-se de um poema para crianças, dizer quem o criou e quando isso aconteceu. Ler o título e perguntar sobre o que imaginam que o texto trata. Explorar a discussão sobre o título, introduzindo reflexões sobre a temática do texto. Não há a necessidade de aprofundamento, apenas o suficiente para que os alunos entendam o tema minimamente.5. Perguntar se gostaram do poema. Pedir que repitam os versos depois do professor. Ler o poema algumas vezes, sempre pedindo para que os alunos repitam verso a verso, até que consigam memoraizar o texto todo e repeti-lo de uma única vez. É importante valorizar a entonação e a probnúncia. Caso a classe demonstre sinais de cansaço, alternar essa atividade com outras.6. Trazer o poema escrito e entregá-lo a cada um dos alunos. Formar boas duplas de trabalho, ou seja, que sejam profícuos na construção do conhecimento. Dizer de que poema se trata e pedir que os alunos o declamem mais uma vez. Pedir que leiam o poema para dizer quantos versos tem. Perguntar se sabem o que é um verso. Dizer a eles caso não saibam.7. Declamar o poema com as crianças e pedir que cada dupla vá acompanhando a declamação colocando o dedinho sobre a palavra que estão pronunciando. Acompanhar o trabalho das duplas, estimulando o ajuste entre o oral e o escrito.8. Colocar, na lousa, um cartaz em que o poema apareça escrito. Pedir que os alunos identifiquem o poema. Dizer como chegaram à tal conclusão. Obersar se os alunos já reconhecem elementos da língua escrita.9. Pedir que alguns alunos, um a umj ou em duplas, vá até a lousa e acompanhe a declamação feita pela classe com seu dedinho. O professor deve fazer as intervenções necessárias para que o aluno utilize recursos para ajustar o oral ao escrito. Pedir que o aluno retome o poema de cor e inicie a declamação outra vez pode ajudá-lo a acertar.10. Pedir que alguns alunos encontrem determinadas palavras (uma a uma) no poema grafado no cartaz.11. Repetir a seqüência com outros poemas, fazendo ampliações dela no que diz respeito ao contato com o texto escrito. Pode-se trazer estrofes fora de ordem e, depois, versos fora de ordem para que os alunos (em duplas) os coloquem em ordem, sempre declamendo o texto e pedir que justifiquem suas escolhas.12. Ao final do trabalho, cada dupla pode escolher um poema para declamar para outras classes (de alunos menores de preferência) num bonito sarau.

0 comentários: