2 de agosto de 2008

PROJETO DE INFORMÁTICA - Fazendo Amizade com o Computador.

FENÔMENO:
"Identidade Social e Organização Social Comunitária na Vila Pinto".
PRINCÍPIOS:
Área de Matemática: As relações lógico-matemáticas, no cotidiano do aluno, contribuem para o desvelamento da realidade, favorecendo a construção da identidade social e organização comunitária.
Área de Ciências: A compreensão do sujeito de como funciona o seu corpo, das suas necessidades, dos processos/transformações que ocorrem na natureza e de como interage com o meio possibilita a ação responsável na organização coletiva .
OBJETIVO:
Instrumentalizar o aluno com a informática, abrindo horizontes para um mundo em constante evolução.
JUSTIFICATIVA:
Desde o início dos tempos, o homem tem buscado formas de facilitar sua vida, inventando instrumentos para seu conforto. No início, a evolução foi lenta, mas a Ciência, na sua trajetória evolutiva, avança em progressão geométrica, de tal sorte que pelos princípios científicos aplicados à informática, chegamos hoje a uma velocidade tal que ao tomarmos conhecimento de uma nova descoberta, ela já está sendo superada. Assim, a informática, a par de reduzir distâncias, está levando os povos a globalização. Globalização que – podemos dizer – iniciou-se na área das comunicações, pois quando assistimos , aqui ou em qualquer outra parte do planeta, a uma partida de futebol, no exato momento em que ela se realiza, lá no Japão , por exemplo, está havendo uma integralização; quando a Bolsa de Hong Kong sofre um baque violento, cujos resultados são imediatamente transmitidos, e atinge, não apenas a nós , mas o mercado financeiro internacional, é sinal de que há integralização econômico-financeira do orbe terrestre.
Se perscrutarmos a origem fenomenológica dos fatores e acontecimentos totalizantes, vamos constatar que ela encontra sua gênese na informática.
Tendo em vista a celeridade com que a tecnologia caminha, não é lícito a nós, educadores, deixarmos à margem do progresso aqueles cuja educação está sob nossa responsabilidade. Também não podemos ter a pretensão de ministrar conhecimentos suficientemente capazes de suprir necessidades futuras frente à incógnita que constituem as demandas que advirão. Cabe-nos agregar condições para que os alunos se familiarizem com as mais recentes descobertas no terreno da informática, abrindo-lhes horizontes que lhes possibilitem ingressar no mercado de trabalho.
Essa responsabilidade é muito maior para nós, educadores de classes populares, que, historicamente, são preparadas para se transformarem em classes dominadas, manipuladas, marginalizadas e humilhadas.
É insofismável a importância dessa nova e útil instrumentalização que se introduz no aprendizado escolar da rede municipal porto-alegrense, uma vez que , até então, isso se constituía em benesses das classes privilegiadas.
Hoje, com a atual política de educação do Município e a implantação dos Ciclos em suas escolas, as portas vão-se abrindo para nossos alunos, vislumbrando-se melhores perspectivas.
Com a implantação da rede de computadores na escola, acesso à Internet, assessoramento da UFRGS e consciência da velocidade do mundo atual, motivei-me a executar, junto aos alunos, um projeto pelo qual possam tornar-se amigos do computador, através de programas que, no decorrer do ano, utilizaremos como recurso para trabalhar os diversos conteúdos que serão desenvolvidos.
Há de entender-se que os alunos, ao se envolverem com o computador, terão possibilidade de um maior desenvolvimento intelectual e mais capacidade criativa, em função da multiplicidade de recursos que lhes são oferecidos de forma prazerosa. À medida que forem fazendo descobertas, ir-se-ão estimulando, cada vez mais, na busca de novos conhecimentos, já que terão no computador uma fonte inesgotável de saber.
Dessa forma, colocada a informática, ao alcance dos menos afortunados, das crianças de vila, neste mundo cada vez mais informatizado, proporcionar-lhe-emos o conhecimento da moderna tecnologia, derrubando o mito e habilitando-as, por conseguinte, a operar esta máquina fantástica que parece, por vezes, superar o homem em cuja inteligência ela encontra sua geratriz.
OPERACIONALIZAÇÃO:
Inicialmente, exploração livre para conhecimento do computador.
Jogos para dominarem o uso do mouse.
Desenhos, no Paint, refletindo conteúdos trabalhados em ciências, com possibilidade de futura exposição.
Elaboração, pelos alunos, de problemas matemáticos a serem digitados no Word e resolvidos pelos colegas.
Correção de cálculos nas planilhas do Excel , visando à autonomia do seu processo de construção de conhecimento com desenvolvimento da auto-estima.
Pesquisa na Internet, interagindo em um conteúdo além dos livros, das trocas de informações com outros estudantes e tudo mais que a informática pode oferecer.
CONCLUSÃO:
Baseado no fenômeno que norteia o trabalho na Escola Municipal Mariano Beck no ano de 1998 "IDENTIDADE SOCIAL E ORGANIZAÇÃO SOCIAL COMUNITÁRIA NA VILA PINTO", entendo que o projeto "FAZENDO AMIZADE COM O COMPUTADOR", possibilita uma revolução ideológica, pessoal e familiar na comunidade escolar, no sentido de valorizar o lugar onde moram, a escola onde estudam, possibilitando mudanças que acharem necessárias.

0 comentários: